A empresa Modiko® – Estruturas para Construção, Lda. construiu em Portugal a primeira casa com estrutura em aço segundo o “Standard Passive House”.

O projeto “Modiko Passive House” surge integrado num projeto de desenvolvimento e investigação das empresas Modiko, Metalusa, Téketo e da Universidade de Aveiro, com apoio do 7º Quadro de Referência Nacional (QREN), com o objetivo de otimizar o sistema construtivo Modiko®, para penetrar com maior facilidade em mercados internacionais mais exigentes e competitivos, mas também mais vastos e melhor preparados para reconhecer o valor acrescentado da solução construtiva.

Foto2_bracal
Foto1_bracal
Foto3_bracal
Foto4_bracal
Foto5_bracal
A grande meta da empresa é consolidar o conceito “Modiko Passive House”, para que os projectos cumpram com os requisitos definidos pelo “Standard Passive House” (o standard, internacionalmente reconhecido, como o mais exigente em termos de desempenho energético dos edifícios) e, por consequência, cumprir igualmente com o que são os requisitos inerentes à Energy Performance Building Directive (EPBD, 2010) e à regulamentação nacional de conforto térmico e eficiência energética de edifícios.As “Passive Houses” são construções que detêm um elevado grau de conforto no inverno e no verão, alcançado sem ser necessário recorrer a sistemas de aquecimento ou de ar condicionado adicionais de elevada potência – o edifício mantém tanto no inverno como no verão uma temperatura confortável cerca de 20°C ou inferior a 25°C respetivamente (temperatura de conforto).

Uma Passive House alia, assim, técnicas de construção bioclimáticas e passivas (bom isolamento, uso de energia solar passiva através dos vãos envidraçados, etc) e um sistema ativo de ventilação (de muito baixo consumo) com recuperação altamente eficiente de calor, do ar utilizado no interior, que ao ser extraído efetua o pré-aquecimento passivo do ar fresco que é insuflado.A casa passiva Modiko® construída em Oliveirinha, Aveiro, é o primeiro edifício construído em aço que cumpre os requisitos impostos pelo Standard Passive House.

O projeto teve a ajuda técnica de uma equipa do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Aveiro – Prof.ª Dr.ª Fernanda Rodrigues, Prof. Dr. Romeu Vicente e Arq.ª Ana Alves e Eng.º Rui Oliveira – que colaborou com as equipas de ID&I da Modiko® e Metalusa® na otimização do protótipo experimental e da construção da “Casa Passiva Modiko”.

A cerimónia oficial de apresentação dos resultados do projeto “Modiko Passive House” decorreu no passado dia 16 de Julho em Oliveirinha, Aveiro e contou com a presença dos Presidentes das Câmaras Municipais de Aveiro e Albergaria-a-Velha, IAPMEI, CCDRC, Entidades Bancárias, Gabinetes de Arquitetura e Engenharia, Comunidade Científica e Público em geral.

No evento foram apresentados os resultados experimentais, as conclusões do projeto e feita a visita guiada à própria casa construída de acordo com os requisitos impostos pelo “Standard Passive House”.

A casa vai ser monitorizada habitada, durante um ano, de forma a confirmar os níveis de consumo e poupança energética por comparação com os resultados experimentais apresentados.